[SÉRIE] CONHEÇA A TRILOGIA DE DRÁUZIO VARELLA QUE INSPIROU A RENOMADA CARCEREIROS

Por: Nathalie Murcia - 21:25

Série: Carcereiros
Temporadas: 2
Estreia: 2017
Onde Assistir: Globo Play
Adriano é um carcereiro responsável por passar o cadeado e controlar o acesso às celas de um presídio. Íntegro e avesso à violência, ele tenta garantir a tranquilidade no ambiente de trabalho, enquanto os dilemas em casa tomam proporções inesperadas.

Hoje resolvi trazer algo diferente, buscando aquelas obras nacionais que viraram séries para tv ou realizações cinematográficas. A temática de hoje abrange histórias escritas com as tintas da vida do crime, retratando o cotidiano e as insólitas relações humanas nas prisões, nas quais vigora um código próprio de conduta.

 Na trilogia do Drauzio Varella, o enfoque é dividido de acordo com o papel que os protagonistas exercem nesse complexo sistema. No primeiro livro, que resultou na produção do filme de mesmo nome, há os relatos dos encarcerados do extinto presídio do Carandiru, incluindo o dia da rebelião que redundou em inúmeras mortes e no conhecido massacre. 

 No segundo livro da trilogia, o enfoque da narrativa é feito sob a ótica das presidiárias. Ainda não foi produzido um filme/série nacional com base neste segundo volume, mas a renomada série americana Orange Is The New Black é um substituto a contento e que mereceu todo o sucesso alcançado pela crítica e público. 

 Por fim, no último livro da trilogia, que inspirou a série global "Carcereiro", os personagens da vez são os referidos agentes penitenciários. A atuação 
de Rodrigo Lombardi, como Adriano, é espetacular.

 Gostei muito da trilogia do Drauzio, máxime porque as mazelas e as vicissitudes do sistema são bem expostas, com críticas pertinentes. Outrossim, o objetivo dos livros não é romantizar a vida dos presos (as), mas perscrutar a realidade dessa massa carcerária e os fatores econômicos e sociológicos que contribuem para tanto. Os relatos reais dão o colorido a essas obras.  

São leituras complementares e essenciais para quem busca se aprofundar nesse universo do sistema prisional. Um ponto que achei dos mais dignos de nota é que, não obstante as semelhanças existentes, são profundas as diferenças que permeiam uma prisão feminina de uma masculina, em especial, devido ao tratamento contraditório dispensado pelos próprios parentes dos detidos.


Se você gostou também vai gostar de:

6 comentários

  1. Olá!

    É bom realizarmos a leitura desses livros para conhecermos uma realidade totalmente diferente da nossa, mas que muitas pessoas vivem atualmente.
    Confesso que eu já ouvi falar da série, mas não procurei saber mais a respeito. Sua resenha me deixou super interessada, irei procurar o primeiro filme para conhecer mais sobre essa história.

    ResponderExcluir
  2. Não conhecia essa série, mas fiquei interessado para conhecer mais um pouco o que o escritor nos oferece nesses volumes que me deixou bem curioso. Excelente dica.

    ResponderExcluir
  3. Eu já ouvi falar da série de TV, mas não fazia ideia que era inspirada em livros. Nunca assisti nenhum episódio, mas imagino que deva ser uma série maravilhosa mesmo, pois as séries da Globo geralmente são, nunca me arrependi de assisti nenhuma.

    Mas o assunto abordado no livro eu evito, pois é algo que sempre me deixa muito angustiada, triste. Embora saiba como é a realidade no Brasil, não me faz bem acompanhar séries ou livros que tratem desses assuntos.

    ResponderExcluir
  4. Olá, tudo bom?
    Já vi alguns pedaços da série na globo mas não sabia que a mesma era baseada em uma obra do Drauzio Varela. Fiquei bem curiosa para conhecer um pouco mais dessa temática através dos livros do mesmo e anotei logo a dica da trilogia. Sei que vai ser uma leitura difícil, mas vai valer a pena. Adorei o post!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Oi, eu sabia da existência da série mas ainda não sabia que tinha essa trilogia, amei saber sobre ela e já fiquei empolgada para fazer a leitura. A temática é muito interessante.

    ResponderExcluir
  6. Olá, tudo bem?

    Confesso que não acompanho essa série de forma fiel, mas assisti a vários episódios e a acho ótima, parece bem realista. Rodrigo é, de fato, um ótimo ator. Confesso que não sabia que era baseada nos livros do DV, fiquei interessada e curiosa.

    Beijo.

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião para nós do Refúgio Literário