quinta-feira, 2 de novembro de 2017

[RESENHA] ERAM OLHOS ENFEITADOS DE SOL

Autor (a): Dênisson Padilha Filho
Editora: Penalux
Ano: 2017
Nº de páginas: 94
Livro recebido em parceria com a editora 
 "As pedras do calçamento não guardavam o cheiro dos seus pés, mas eu sabia que ela vinha, porque a noite é seu elemento. Minha casa pulsava, portas e janelas, a cristaleira, o conhaque. E lá estavam seus olhos, sempre dois lumes queimando a treva" (Dênisson Padilha Filho. Em 'Eram olhos enfeitados "As pedras do calçamento não guardavam o cheiro dos seus pés, mas eu sabia que ela vinha, porque a noite é seu elemento. Minha casa pulsava, portas e janelas, a cristaleira, o conhaque. E lá estavam seus olhos, sempre dois lumes queimando a treva".
 Até que ponto a realidade pode se confundir com um delírio? A fuga da realidade é uma fuga dos problemas e da busca de suas soluções? Em Eram Olhos Enfeitados de Sol, do autor Dênisson Padilha Filho, o leitor encontrará o contraste entre esses dois pontos e em determinado momento não saberá quando o narrador está falando algo real ou criado por sua mente perturbada.

 Publicado pela Editora Penalux, o livro de Dênisson confunde-se com o poético e necessário. Dividido em apenas três capítulos e pouco mais de 90 páginas, Eram Olhos Enfeitados de Sol, leva ao leitor ao êxtase ao mostrar o desenvolvimento dos devaneios do narrador ao longo do enredo. O primeiro capitulo mostra a vida pacata de quem nos conta a história, até chegar ao ápice do segundo capitulo onde encontramos uma ruptura e uma mistura de violência e realidade. Ao chegar ao terceiro capitulo, o leitor encontrará um desfecho nunca imaginado durante o desenvolver dos devaneios do narrador.

 Em nenhum momento o autor nos apresenta os personagens, nomes não são detalhados e muitas de suas características acabam sendo deixadas de lado. O ponto principal do livro é a mente do narrador, e de como ele consegue viver entre a lucidez e a loucura. O autor consegue fazer o livro ser único em seu gênero e com uma história bem icônica. Durante todo o enredo o leitor viaja pela mente perturbada do narrador e tem que tirar suas próprias conclusões em vários pontos culminantes.

 Eram Olhos Enfeitados de Sol, mudou minha visão de romance psicológico, um gênero que muitas das vezes procuro não ler. Um livro cheio de percalços e surpresas em cada página, e que faz o leitor sentir-se o personagem central. Indo da calmaria para a adrenalina, Dênisson nos entrega um livro diferente e sem clichês comuns aos títulos lançados hoje em dia. Um livro que vale a pena ser lido em apenas uma noite, um livro que pode ter várias visões diferentes do seu enredo e que fará o leitor repensar a sua própria história.

Créditos da imagem: EDITORA PENALUX.

SE VOCÊ GOSTOU TAMBÉM VAI GOSTAR DE:

23 comentários:

  1. Oie, tudo bom?
    Eu também não me dou bem com esse gênero, acho estranho também, rs. Mas acho que daria uam chance talvez pois fiquei curiosa sobre a narrativa, apesar de achar que ficarei confusa.

    ResponderExcluir
  2. Obrigado pelo texto, Refúgio Literário. Quem é o autor dele?
    Abç
    DPF

    ResponderExcluir
  3. Não sei se leria... A verdade é que acredito que um livro com apenas 3 capítulos me deixaria muito agoniada, fico com a sensação de que não estou avançando no enredo. Acho que a sensação seria ainda pior em um livro que trabalha isso da lucidez e da loucura. Mas que bom que você curtiu a leitura!

    ResponderExcluir
  4. Acho que nunca li nada do gênero mas esse livro conseguiu prender minha atenção. Gosto de livros de ficção que levantam questionamentos e faz o leitor refletir sobre amplos aspectos da vida. Acho que darei uma chance ao livro.

    Beijinhos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia, Camila. É um história de leitura rápida, no gênero novela. Narrativa enxuta, bem enxuta mesmo; uma decisão de estética narrativa optada por mim e meus editores. Espero que goste da trama e da poesia impregnada nas páginas. Abç. DPF

      Excluir
  5. Tentando demover possíveis leitores da ideia de que é uma história sobre loucura/sanidade (conceitos tão voláteis, a meu ver), aproveito e digo que se trata de uma história de amor e memórias (do protagonista); e colo logo abaix um link de outra resenha. Abçs. DPF.

    https://livreopiniao.com/2017/10/04/o-real-e-sua-contraface-delirante-em-eram-os-olhos-enfeitados-de-sol-de-denisson-padilha-filho-por-alexandra-vieira-de-almeida/

    ResponderExcluir
  6. Oi, tudo bem?
    Eu ainda não conhecia o livro e nem o autor, mas, apesar dos elogios, não fiquei curiosa para ler. Nunca li nada do gênero e acho que não teria paciência com essa questão de não saber distinguir o que é real e o que é delírio.
    No entanto, para quem gosta de obras que foquem mais no lado psicológico dos personagens, acho que pode ser uma leitura interessante.
    Adorei a resenha, mas dessa vez eu vou passar a dica.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Adoro um romance psicológico.
    Vou solicitar pra eu ler. Ai meu Deus se eu der conta! rs
    E que interessante os personagens não serem apresentados.
    Adorei a dica. Bjs

    ResponderExcluir
  8. Oi,
    Nunca li nada desse gênero mas não sei se me interessei tanto a ponto de comprar, quem sabe mais para frente.
    Beijos
    Raquel Machado
    Leitura Kriativa
    http://leiturakriativa.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Nossa, 3 capítulos? Intrigante! E como gosto do gênero e não conhecia o livro, vou anotar esta dica.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  10. Olá, tudo bem? Nossa, um livro pequeno e com apenas 3 capítulos... já fiquei curiosa, hehe. Essa coisa de a leitura permitir várias visões diferentes é bem intrigante, gostei. Adorei a dica!

    Beijos,
    https://duaslivreiras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Gostei muito da ideia do livro, ainda mais por ter apenas 3 capítulos e ser bem curto. Aparenta transbordar sentimento pelas páginas. Gostei, ficará como dica para uma futura leitura.
    Bjos!
    Lucy
    Por essas páginas

    ResponderExcluir
  12. Parece uma história interessante, ainda que não seja um gênero literário que me atraia.
    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

    ResponderExcluir
  13. Oi, tudo bem? Putz, livro anotadíssimo! Eu amo muito livros que levam o leitor a um fluxo de consciência constante, coisa que não vejo muito hoje em dia no mercado literário. Por isso, esse livro me atraiu muitíssimo! E essa capa, amei muito. Acho que ele tem tudo para me ganhar <3 Quero!

    Love, Nina.
    http://ninaeuma.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  14. Oi tudo bem?
    Adoro livros que mexam com nos leitores e que nos levam a refletir mas pelo motivo de ter apenas poucos capítulos ficaria com um pé atrás, mas me parece ser maravilhoso.

    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Costumo gostar destes livros com a pitada poética, mas fiquei curiosa com todo esse jogo psicológico contido no enredo, mistério que só decifrarei quando fizer a leitura. Dica anotada.

    Beijos.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Olá, fiquei curiosa para ler esse livro, vou anotar a dica gostei muito da resenha

    ResponderExcluir
  17. Olá, parece ser uma leitura bem diferente, reflexiva... gosto dessa pegada psicológica da trama e é um tipo de leitura que gostaria de ler. Dica anotada. Bjs

    ResponderExcluir
  18. Nossa, com certeza esse não parece ser um livro para ser lido por qualquer um haha. Sempre achei romances psicológicos muito interessantes e o fato de não haver um personagem principal,e sim, a mente do narrador em seus delírios, torna a história muito mais envolvente. Adorei a sua resenha, obrigada pela dica. Bjss!

    ResponderExcluir
  19. Gente, primeiro tenho que falar dessa foto que ficou um espetáculo. E gosto de histórias que perturbam e não sabemos onde está realidade e imaginário, estou me organizando para comprar alguns livros da Penalux e este está em minha lista.

    ResponderExcluir
  20. Olá, tudo bem? De fato, parece trazer elementos bem diferentes. Não costumo também ler o gênero, por isso não sei se arriscaria, por mais peculiar e bom esse possa parecer, afinal acho que este tipo de leitura não é para qualquer um haha Que bom que você gostou e que mudou de opiniões sobre livros parecidos. Ótima resenha!
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  21. Olá
    o titulo em si é muito chamativo e interessante, fiquei realmente curiosa depois inclusive de ler a resenha, quem sabe então eu não de uma oportunidade mais para frente e adorei sua resenha, parabéns

    beijos
    http://www.prismaliterario.com.br/

    ResponderExcluir
  22. Oi, tudo bem?
    Fico muito feliz que você tenha gostado da leitura, mas confesso que o livro não me chamou muito a atenção pois acredito que ficaria perdida durante a leitura, mas tenho certeza de que é uma grande pedida para quem esta procurando por algo diferente.

    ResponderExcluir

Deixe-nos sua opinião sobre esta postagem.