DA ESCURIDÃO DA AIDS AO BRILHO DOS BAILES DRAGS, CONHEÇA A SÉRIE POSE

Por: Salvattore Mairton - 18:30



TITULO: POSE
CRIADO POR: RYAN MURPHY, 
BRAD FALCHUK E 
STEVEN CANALS
TEMPORADAS: 2
EPISÓDIOS: 8
TRANSMISSÃO ORIGINAL: 3 DE JUNHO DE 2018



Em Nova York, no final da década de 1980, Blanca abriga jovens LGBT que foram expulsas de suas casas. A época foi marcada pela ascensão da cultura de luxo e o surgimento dos bailes LGBT. 

A luta por seu espaço e aceitação sempre esteve na cartilha da comunidade LGBT, imagine como era nos anos 80, quando a maioria vivia subjugada e a mercê do surgimento da AIDS, vista como uma doença exclusivamente homossexual, este é o cenário de Pose, série Ryan MurphyBrad Falchuk e Steven Canals para o canal FX.

Mas engana-se quem pensa que encontrará apenas drama na série, afinal neste tempo surgem os grande bailes, onde gays, lésbicas, travestis e drag queens se reúnem para mostrar seu talento para uma plateia animada e cheia de vida.


O ELENCO


A série, ambientada na cena dos bailes drags de 1987, em Nova York, quebrou o recorde de maior número de atrizes trans em papéis regulares da série.  Dominique Jackson interpreta a inesquecivelmente feroz Elektra Abundance, a “mãe” da casa que guarda seus “filhos” com controle e um espírito competitivo. Blanca (MJ Rodriguez) interpreta a “criança” HIV-positiva de Elektra que começa a formar sua própria casa, e vai frente a frente com Elektra nas pistas dos bailes.

Enquanto a rivalidade de Blanca e Elektra é o centro de agitação da ação da série, os outros personagens da série são igualmente memoráveis. Com Pose, Murphy criou um espaço no cenário da TV para atrizes trans e atores LGBTs de cor.


DOMINIQUE JACKSON INTERPRETA ELEKTRA ABUNDANCE

O espectador se encanta pelas belezas dos bailes, a trilha sonora e o talento de cada um que compõem o cenário. Sem esquecer, claro, de Evan Peters, que não poderia estar de fora de uma série criada por Ryan Murphy (Para quem não sabe ele é o mesmo criador de American Horror Story).
Pose estreou sua primeira temporada em 2018, e já foi anunciada uma nova temporada para 2019. Quem quiser conferir a série pode encontrá-la no Fox Play ou nos canais Fox Premium. 
Pose não é apenas um show deliciosamente divertido. É uma das séries atuais mais importantes.

Se você gostou também vai gostar de:

16 comentários

  1. É a cara do Ryan Murphy uma série dessas, diferemte, quebrando tabus, vou assistir, pois gosto muito da temática..

    ResponderExcluir
  2. Muito legal a ideia de colocar uma série dos anos 80, retratando aquela época, pois muito diferente do cenário de hoje. E deve ser cheio de diálogos e muito brilho.

    ResponderExcluir
  3. Não conhecia a série, até porque o pacote da nossa TV não possui esses canais, mas vou procurar para assistir online, de repente, pois adorei a proposta do Ryan Murphy. Só assisti a alguns episódios de American Horror Story, mas posso dizer que acho excelente. Obrigada pela dica!

    ResponderExcluir
  4. Oiii,

    Não tinha ouvido falar sobre esta série, mas já coloquei na minha lista porque parece ser riquíssima, não só de elementos dos anos 80 e dos bailes LGBT, mas principalmente porque vem carregada de uma representatividade maravilhosa, abrindo o mercado para aqueles que são condenados a viver a margem da sociedade. Amei e espero poder conferir em breve.

    Beijinhos...
    http://www.paraisoliterario.com

    ResponderExcluir
  5. Eu não sabia da existência dessa série, mas parece ser muito interessante, pois mostra a caminhada da comunidade LGBT durante os anos.

    ResponderExcluir
  6. Olá, como assim eu não fazia ideia de que essa série existia? Me parece sensacional demais, principalmente pelas fotos deixadas por você, e realmente, nos tempos de hoje é algo necessário de se ver, obrigada pela dica!

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Não conhecia a série mas gostei da dica. Vou olhar na Fox para ver se gosto do episódio. O tema me atrai bastante e parece estar bem elaborado.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  8. Olá, eu não conhecia essa série, mas já quero assistir no meu primeiro tempo livro *-* Pelos seus comentários ela trás um enredo bom e uma boa visibilidade tendo o maior elenco de atrizes trans *-* Adorei a dica <3

    ResponderExcluir
  9. Adorei seu post e adorei conhecer essa série! Fiquei impactada aqui, e chocada que não está recebendo todo o destaque que merece. Parece incrível e eu obviamente vou assistir :D
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Eu nunca tinha ouvido falar dessa série e dificilmente terei acesso à ela. Quase não assisto TV e nem sei se esse canal faz parte do meu pacote, mas acredito que não. Geralmente assisto séries pelo Netflix ou Claro Video. Mas gostei muito da proposta da série e por abrir espaço para atores que são LGBT+. Isso é muito importante para possibilitar cada vez mais inclusão.

    ResponderExcluir
  11. Olá, tudo bem?

    Apesar dos muitos anos que se passaram do cenário da série para hoje, pela sua premissa considero que o assunto abordado é bem importante e que precisa ser feito com maestria e muito cuidado.

    Confesso que assisto a pouquíssimas séries, a maioria que eu acompanhei - poucas - já acabaram, mas essa me deixou curiosa, mesmo, vou dar uma olhada, você me convenceu.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  12. Não conhecia a série, mas achei a premissa muito interessante. Me pareceu algo bem diferente do que encontramos nas séries atuais. Eu vou procurar para assistir!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  13. Olá...

    Ouvi um bafafa sobre essa serie na época do seu lançamento, mas acredito que ate hoje não havia lido uma resenha sobre a mesma. Achei a serie bem diferente do que encontramos ultimamente e apesar de se.passar em uma época antiga, sua premissa ębem atual.

    Dica anotada!

    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Olá, tudo bem?
    Eu confesso que não conhecia essa série, mas parece ser bem interessante. Deu para ver que ela é bem diferente e vem para quebrar tabus, e acredito que seja muito relevante nos dias de hoje. Eu não tenho o hábito de ver séries, então, não sei se conseguirei acompanhar. Porém, amei a dica e vou tentar assistir.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  15. Que legal saber da existência dessa série, que retrata como as pessoas lgbt viviam nessa época e os traz no elenco, já quero assistir.

    ResponderExcluir
  16. Olá Mairton!!!
    Já estou adicionando a série nas que quero ver, pois não sabia que o Ryan trouxe uma série tão incrível.
    Já achei linda o enredo por trás por este trazer uma representatividade e em uma época em que era errado você ser quem você é.

    lereliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião para nós do Refúgio Literário