DO AUTOR DE CANINOS BRANCOS, EDITORA PENALUX RESGATA OS MELHORES CONTOS DE JACK LONDON EM UMA COLETÂNEA

Por: Salvattore Mairton - 22:37


Título: Mil Mortes & Outras Histórias 
Autor: Jack London
Páginas: 161
Editora: Penalux
*Livro Cedido em Parceria com Editora 

Os contos desta edição, desmentem a fama de London de escritor de histórias a respeito de cachorros, como foi dito anteriormente. Eles passam bem longe do estilo realista, desenvolvendo temas diversificados e bem diferentes de suas narrativas longas, sendo, talvez, surpreendentes para aqueles que pensam conhecê-lo. São textos contendo um cunho sobrenatural, espiritualista ou de ficção científica.


Quem nunca ouviu falar do grande clássico internacional "Caninos Brancos "? Mas nem só desse livro viveu o autor Jack London. A editora Penalux em sua saga de resgatar o melhor da literatura resolveu reunir em uma coletânea os melhores contos sobrenaturais e enigmáticos de Jack, e é sobre essa obra que irei falar hoje. 

O livro reúne 4 contos do autor, onde o mesmo mostra sua veia para histórias estranhas e enigmáticas . O primeiro "Mil Mortes" mostra um pesquisador tentando provar que o ser humano pode passar por várias experiências de mortes, e para isso ele usa uma cobaia improvável. Em "A Sombra e o Raio" dois inveterados inimigos, tentam disputar para ver quem descobre a fórmula da invisibilidade. O terceiro, Planchete, traz um casal vivendo um mistério sobrenatural, onde o autor brinca com a mente do leitor para envolvê-lo em uma descoberta terrivel. Já no último conto, Jack London usa de suas artimanhas literárias em uma tribo canibal qie adora um terrível demônio.  

Mil Mortes é um livro que retrata bem a escrita de Jack London e é uma otima oportunidade para quem nunca leu nada do mesmo, ou qiem ainda não teve a chance de conhecer essas histórias,  ainda inéditas no Brasil.

O livro foi traduzido para o português pela experiente tradutora Lívia Koeppl, tem apresentação e notas do escritor Cleber Pacheco e revisão do editor e jornalista Daniel Zanella

O livro é curtinho,  são apenas 161 páginas, que acabam sem nem percebermos, pelos contos terem sido bem traduzidos e serem de facil leitura. A capa retrata o primeiro conto, que dá nome ao livro. A editora segue o padrão de outras publicações suas,  com folhas amareladas e letras de tamanho adequado. 

Se você gostou também vai gostar de:

0 comentários

Deixe sua opinião para nós do Refúgio Literário