PRECISA-SE DE ABRAÇO

Por: Francine S. C. Camargo - 13:17



"Gosto dessa definição: abraço é o encontro de dois corações."
(Cazuza)


Dê-me um pedaço do seu abraço, só um pedaço, meio braço, meio afago, que é para eu voltar a ser inteira, pois ando partida, meio aos meados.

Dê-me um bocado do calor do seu abraço, fervoroso ou morno, não me importa, que é para eu deixar de sentir esse frio, estou prestes a congelar.

Dê-me um segundo do seu abraço, em ponteiro trêmulo ou digital sem digitais, que é para eu voltar a perceber no agora, pois minhas horas estão em fuga, não são minhas, nunca irão me pertencer.

Dê-me um gole do seu abraço, seco ou doce, lúgubre ou preciso, não faço exigência, que é para remediar as feridas na garganta seca e em brasa.

Dê-me um nome em seu abraço, próprio ou bestial, que é para eu deixar de ser algo sem rumo e ser convocada pelos lábios de alguém.

Dê-me uma direção em seu abraço, com seta e pista, que é para eu ter alguma informação de para onde deverei ir, mesmo que o regresso seja em breve.

Dê-me um toque mesmo que golpe, um suspiro mesmo que gemido, uma sentença mesmo derradeira, que é para deixar de ter medo, eu que me vi assim derramada e sem superfície.

Mas dê-me um abraço agora, antes que o dia termine.

Dê-me um abraço lá fora, antes que as trevas dominem.

Bem por dentro de mim, antes que as chamas fervilhem.

Se você gostou também vai gostar de:

17 comentários

  1. Gostei muito do texto. Abraço é algo tão bom, que aconchega. Principalmente quando vem de quem gostamos. Gostei muito da primeira frase, que pede o abraço para se sentir inteira.
    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Dessa, ah, abraços!!!
      Obrigada pelo carinho. Beijos

      Excluir
  2. Olá!

    Gostei muito do poema. Já passei por uma fase perdida e na época tudo que eu precisava era de alguém, um abraço que trouxesse segurança e carinho. Então entendo bem seu poema, lógico que de acordo com minha interpretação do mesmo, de qualquer forma gostei bastante.

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Olá, eu sou uma leitora assídua de poemas e fiquei encantada com a simplicidade desse ao mesmo tempo em que é tão intenso. Mas fiquei com uma dúvida, quem é o autor? Eu pesquisei na internet e não encontrei nada sobre este poema. Gostaria de ver mais obras da pessoa que o escreveu.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Beatriz, tudo bem? A autora desse texto sou eu, prazer, Francine S. C. Camargo. Sou autora de duas obras publicadas, tenho um blog do escrevo aos domingos aqui no Refúgio. Vc não vai encontrar esse texto na internet porque ele só está aqui no blog, mas pode procurar pelo meu nome ou se quiser saber mais sobre mim, pode olhar meu blog também (Papo de Fran). Abraços.

      Excluir
  4. Que poema mais lindo! Me fez lembrar de uma conversa que tive com uma amiga sobre como sabemos como o amigo está por conta do abraço. Ela sabe muito sobre o meu humor dependendo de como eu a abraço, louco isso, né? Adorei o poema, apesar de curtinho é extremamente tocante.

    ResponderExcluir
  5. Um texto muito bonito e bastante emotivo, parabéns!
    Abraços são necessários como remédio para qualquer male! Um conforto, que seja, mas é muito bom abraçar e receber abraços!
    Bjs
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Um dos poucos lugares que venho e aprecio um poema. Que lindo e intenso!
    O abraço é um gesto tão simples, mas significa tanto, além de conforto, alento, demonstra carinho, em muitos lugares usado para saudar.
    Adorei a forma como transforma esse simples gesto em uma fonte necessária pro ser humano.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  7. texto muito bonito e cheio de emoçoes o abraço as vezes traz algo que nem palavras conseguem trazer ele conforta tanto o corpo como a alma

    ResponderExcluir
  8. Olá,

    O abraço é a coisa mais maravilhosa que podemos dar a alguém, sério! Ás vezes só um "simples" abraço muda todo nosso dia. Achei muito tocante e lindo sei texto, parabéns.

    Beijos,
    oculoselivrosblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi, tudo bem?
    Que texto lindo! Acho que o abraço é o maior conforto e carinho que a gente pode receber e oferecer também. Não tem dia ruim ou dor que não seja, pelo menos, suavizado por um abraço sincero.
    Adorei a delicadeza e a sensibilidade do texto, que combinaram perfeitamente com o tema.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Õla... confesso que não sou muito de ler poemas, mas sei reconhecer um excelente trabalho quando vejo e esse poema é exatamente isso! Lindo, emocionante e verdadeiro demais!

    beijos

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Que texto mais forte e marcante. Eu sinto falta de abraços, acho que as pessoas estão deixando isso muito de lado, sabe? Os corações não se tocam mais, as pessoas estão em busca de outras coisas.
    Vou compartilhar seu post, ele precisa ser lido!
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Olá, tudo bom?

    Que lindo texto! Conseguiu externar os sentimentos que temos em relação ao abraço através das palavras. É uma ação tão simples e, mesmo assim, as pessoas deixam de fazer ou não se importam com o que realmente querem dizer com ela. Um simples abraço pode mudar o nosso dia e nos dar conforto, né? Então foi um texto realmente emocionante!

    Abraços!

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião para nós do Refúgio Literário