[SÉRIE] THE HANDMAID'S TALE - O CONTO DA AIA

Por: Salvattore Mairton - 20:17

 Não é segredo para ninguém que as séries de TV se tornaram bastante populares, principalmente pelo fato da disseminação do streaming. Nomes como La Casa de Papel, The Walking Dead entre outros tem um grande número de fãs espalhados pelo mundo. Mas há aquelas séries que realmente se destacam pelo seu conteúdo e qualidade de enredo, um exemplo disso é The Hadmaids Tailes - O Conto da Aia.

 Conheci a série quando liguei a TV e estava passando um conteúdo especial dela no canal especializado da operadora. Foi quando soube que ela iria estrear no Paramount Channel, e resolvi conhecer mais a fundo. E desde o primeiro episódio eu fiquei preso aquele enredo avassalador e com personagens fortes e emocionantes.

 The Handmaid's Tale é uma série de televisão estadunidense criada por Bruce Miller com base no romance homônimo de 1985 da escritora canadense Margaret Atwood. Estreou no serviço de streaming Hulu, e já está em sua segunda temporada.

 Em um futuro próximo, as taxas de fertilidade  caem em todo o mundo por conta da poluição  e de doenças sexualmente transmissíveis.[2] Em meio ao caos, o governo totalitário da República de Gileade, uma teonomia cristã  que domina o que um dia foi o território dos Estados Unidos em meio a uma guerra civil  ainda em curso. A sociedade é organizada por líderes sedentos por poder ao longo de um regime novo, militarizado, hierárquico e fanático, com novas castas sociais, nas quais as mulheres são brutalmente subjugadas e, por lei, não têm permissão para trabalhar, possuir propriedades, controlar dinheiro ou até mesmo ler. A infertilidade mundial resultou no recrutamento das poucas mulheres fecundas remanescentes em Gileade, chamadas de "servas" ou "aias" (Handmaid), de acordo com uma interpretação extremista dos contos bíblicos. Elas são designadas para as casas da elite governante, onde devem se submeter a estupros ritualizados com seus mestres masculinos para engravidar e ter filhos para aqueles homens e suas respectivas esposas.

 June Osborne, renomeada como Offred (De Fred) (Elisabeth Moss), é a serva atribuída à casa do Comandante Fred Waterford (Joseph Fiennes) e de sua esposa Serena Joy Waterford (Yvonne Strahovski). Ela está sujeita às regras mais rigorosas e uma vigilância constante; uma palavra ou ação imprópria de sua parte pode levar a sua execução. Offred, que tem o nome de seu mestre masculino assim como todas as Handmaids, pode se lembrar do "tempo de antes", quando era casada com uma filha e tinha seu próprio nome e identidade, mas tudo o que ela pode fazer com segurança agora é seguir as regras de Gileade na esperança de que algum dia possa viver livre e se reunir com sua filha novamente.

 Offred é uma personagem bem marcante e cheia de emoção. Nao tem como ficar ligado com sua história, e sofrer cada atrocidade que acontece em sua vida. The Handmaid's Tale não é uma série fácil, é difícil ver como as mulheres são tratadas, e como são simplesmente objetos nas mãos de seus mestres. Homossexuais, negros e outras raças são perseguidas, presas, torturadas e até mortas por serem tidas como pecadoras e indignas. 

 Aclamada pela crítica e vencedora de 8 prêmios Emmy, incluindo melhor série dramática em 2017, The Handmaid's Tale é emocionante, forte, tocante. A cada episódio um novo mistério é desvendado, e nossa Offred tem que demonstrar ainda mais a sua força de viver e rever sua filha. Você pode acompanhar a primeira temporada no canal Paramount Channel. A segunda temporada já se encontra disponível em alguns sites, mas legendada ainda sem previsão.


 E você já assistiu a série ? Qual a sua opinião?

Se você gostou também vai gostar de:

15 comentários

  1. Oi, Mairton ^^
    Acredito que tenha que ter estômago forte e paciência para vê pois o sentimento de revolta é em todos os episódios!!!
    Dá vontade de indicar para todas aquelas pessoas religiosas de mente fechada que acabamos topando diariamente.
    Espero sinceramente que não destruam com a qualidade do enredo, que não forçem quando chegar no limite e os sinais claros de que se deve acabar. Odeio séries que são canceladas e ficamos sem saber como termina o que começaram, sabe.
    Amei demais o post. O melhor que li seu. 💙

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente espero que saibam a hora certa de acabar. Que felicidade que gostou 😍

      Excluir
  2. Oi Salvattore! Sempre que vejo sobre essa série, fico em dúvida sobre assistir ou não. Muito bem elogiada por crítica e público, a série traz muitas críticas sociais atuais, como o racismo, o machismo e vários tipos de preconceitos e segregação. É tão amedrontador pensar numa sociedade assim, e infelizmente não estamos longe disso, o mundo está tão virado. Obrigada pela resenha!



    Bjoxx ~ www.stalker-literaria.com

    ResponderExcluir
  3. Olá! Depois de tantas críticas positivas à respeito da série coloquei na minha lista para assistir e ler o livro, sua perspectiva sobre a série me deixou ainda mais intrigada. Adorei a resenha, uma das melhores que li até agora sobre The Hadmaids Tailes - O Conto da Aia.

    Bjs - www.anneandcia.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oiee! Eu ainda não tive coragem de ver, acho que é uma série muito forte e que exige um bom estomago e psicológico, né? Mas sem duvida tem uma premissa interessante e é tão premiada que bate a curiosidade!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  5. Oii! Eu estou louca para assistir essa série. Achei o tema bem pesado, mas mesmo assim fiquei curiosa para conferir. Tenho visto ótimas críticas, e as premiações só garantem isso. Assim que terminar Full house vou começar essa.
    beijos

    ResponderExcluir
  6. Essa foi uma das melhores adaptações que ja vi, o conteúdo da série é extremamente fiel ao livro, agora na segunda temporada me vi às cegas porque a série acaba exatamente como no livro e agora é por conta dos diretores, mas só posso afirmar como se tornou ainda melhor! Margaret é rainha.

    ResponderExcluir
  7. Eu sabia que a série era forte, mas ainda não tinha lido uma resenha sobre ela. Pelo menos, não lembro de ter lido.

    Costumo apreciar muito as distopias, apesar de sempre me abalarem. Mas sabe que uma situação assim não seria impossível? O mundo anda tão mal que eu não me surpreenderia se ele piorasse, infelizmente. Acho que corremos sim o risco de regredir.

    Eu tenho o livro. E pretendo ler primeiro para só depois dar uma chance (ou não) à série de TV. Só que se ficarem fazendo mil temporadas nem perderei meu tempo. Isso que me cansa nas séries. O fato de nunca terem fim. Ficam criando temporada atrás de temporada e a história perde a essência. A única série que foge à regra (na minha opinião) é Lei e Ordem SVU que já foi renovada para a 20ª temporada e sigo amando.rs

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Eu já tinha ouvido falar nessa série, mas ainda não assisti nenhum episódio. Porém por suas impressões é um seriado que nos tira da zona de conforto e nos choca a cada episódio. Por ter elementos históricos me chama bastante atenção e pretendo dar uma oportunidade em breve.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  9. Tenho muita curiosidade em ler a obra que originou essa série. E até tenho vontade de assistir a série, mas assisto a tantas outras que ainda não sobrou tempo para ela. Embora eu aposte que irei gostar muito dela, já que o enredo me atrai. Bxus :*

    ResponderExcluir
  10. Oi, tudo bem?
    Eu li o livro que originou essa série no ano passado e achei uma leitura muito forte. Tudo que as mulheres passam nessa história e ver como elas vão perdendo seus direitos, inclusive sobre o próprio corpo, foi assustador. Por ter sido uma leitura tão difícil para mim, eu tenho enrolado para começar a ver a série.
    Como ela tem sido bastante elogiada, ganhando diversos prêmios, tenho certeza que é uma excelente produção. Porém, como você disse, não é uma série fácil de assistir e, no momento, não estou me sentindo no clima. Mas a dica está anotada para ler futuramente.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Olá!

    Eu já tinha visto imagens aleatórias dessa série, mas nunca parei para entender do que se tratava. Realmente deve ser uma série difícil de ser assistida, mas que ao mesmo tempo faz refletir, enfim, vou ver se começo a assistir assim que terminar três séries que estou terminando. Obrigada pela dica.

    Beijos

    ResponderExcluir
  12. para quem curti esse estilo de serie a indicação é otima. apesar de nao ser muito o estilo de serie que procuro para ver mais eu me interessei pela historia

    ResponderExcluir
  13. Oi, tudo bem?
    Não conhecia a série, mas já ouvi falar do livro que é muito elogiado. Quero muito ler em breve e se tiver chance conferir a série também!
    Beijos,
    Rafa -Fascinada por Histórias

    ResponderExcluir
  14. Oiee ^^
    Eu tenho muita vontade de ver a série e ler o livro, mas confesso que morro de medo. Acho que não aguento, sabe? É uma história que, na minha cabeça, pode acontecer um dia, porque se a gente for parar para pensar, algumas coisas do enredo acontecem ainda hoje no mundo, né? Quero ler e ver um dia, mas vou esperar um pouco. Minha mãe gosta da série :)
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião para nós do Refúgio Literário