DE QUEM VOCÊ CUIDOU HOJE?

Por: Francine S. C. Camargo - 18:11


 De quem você tem cuidado com sua arte?

 Você se ocupou de alguém hoje? Olhou, envolveu-se, responsabilizou-se?

 Por quem você se interessa em seus pensamentos?

 Você atendeu a alguém com interesses semelhantes aos seus? E àqueles que pensam diferente, o que você ofereceu?

 Com quem você se preocupa em sua solidão?

 Então você se encarregou de alguma alma hoje, mas dessas almas por quem zelou, quais tiveram, além das suas mãos e o seu conhecimento, também o seu coração?

 Em seu tomar conta, você se apiedou?

 Você inspirou ar fresco, mas pisou em folhas secas sem pedir desculpas? Colheu as flores amarelas sem pedir perdão?

 Em quem você investiu hoje?

 Você enxergou algum potencial, pensou em alguém fora do seu próprio corpo, resistiu a chama-lo de fraco e entendeu que esse alguém pudesse ser resgatado?

 Quem você elogiou hoje?

 Ou ficou estático, mudo, a contemplar a opacidade das nuvens no céu, e deixou que a beleza das sombras passasse por você, decerto um eclipse humano sem nenhum aplauso?

 A quem agradeceu, em sua finitude?

 Se foi escolhido, se encontrou seu ninho, se teve sua repugnante dor resolvida, de si mesmo cuidou também e, em vigília diária, cercou-se de amor.

 Por quem você se apaixonou, com devoção?

 Alguém fez com que as horas parassem e tudo o mais desaparecesse, com que inspirasse e se esquecesse de expirar? Quem te fez perder a linha, o rumo, perder-se de si?

 Com que olhos tem olhado, afinal?

 Para onde tem olhado, afinal?

 Para quem tem olhado, afinal?

 Além de si mesmo...


Se você gostou também vai gostar de:

48 comentários

  1. Oi, meu bem.
    Isso foi realmente profundo e levantou questionamentos pertinentes de forma quase que poética.

    Teu texto foi conciso e, ao mesmo tempo, inspirador. Adorei. ♡

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Camile. Esteja sempre a vontade aqui no nosso espaço.

      Excluir
  2. Olá...
    Adorei o texto! Muito inspirador, questionador e reflexivo... Ás vezes é bom ler algo assim, para aprofundarmos no nosso verdadeiro ser.
    Bjo

    http://coisasdediane.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Diane, que gostoso ler isso. Viajar dentro de nós mesmos é desafiador, mas tão necessário, não?

      Excluir
  3. Ahh que crônica bacana! Confesso que fui lendo e me preguntando, no final, acho que fiz pouca coisa e deveria ter feito bem mais. Adorei o post, mega inspirador.

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mi, obrigada. Penso que a questão não é fazermos "mais" ou se fizemos "de menos". Acho que a questão é fazer, simplesmente. Apareça sempre por aqui!

      Excluir
  4. Um excelente texto, direto e muito reflexivo, ótimo para colocarmos um freio na correria do dia-a-dia que não nós deixa enxergar o próximo, pois estamos sempre em busca do melhor para nós, independente de quem se faz presente nessa caminhada.

    Abraços.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Camila! Pensar sobre nós mesmos e sobre quem está a nossa volta é um exercício que pode caber no dia a dia nem que seja por alguns instantes, não acha? É uma busca que só pode nos acrescentar...

      Excluir
  5. Gostei muito do texto e fiz várias reflexões.
    Mas no final das contas, tudo o que eu consegui pensar é que estou cuidando muito dos outros e pouco de mim mesma!
    Beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Camila, que ótimo saber que o texto te despertou essas reflexões e, melhor ainda, que essa leitura tenha te dado esse retorno de que está na hora de cuidar de si mesma, então!

      Excluir
  6. Oiee ^^
    Interessante como a gente chega ao final do dia e acaba percebendo que não fez nada por ninguém, além de nós mesmos, né? Estava conversando com um professor sobre isso hoje, sobre como sempre queremos nos colocar acima dos outros, e que quando nos disponibilizamos a ajudar, ajudamos por nós, não pelos outros. Difícil ter compaixão pelos outros, e mais difícil ainda é não ser egoísta, de alguma forma.
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Siiiiim...concordo com você. Porque é difícil tirar os olhos de si mesmo, não necessariamente por egoísmo, mas tantas vezes nos ilhamos em nosso mundo e esquecemos das dores e anseios dos "vizinhos".

      Excluir
  7. Oi, tudo bem?

    Gostei bastante do texto. Ele foi direto e faz refletir, no meu caso mostrou que sou um pouco egoísta a respeito de alguns pontos citados. Parabéns!

    Bjos
    http://historiasexistemparaseremcontadas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Kênia, tudo bem e você?
      Obrigada e fique sempre a vontade por aqui, Beijão.

      Excluir
  8. Gostei muito do texto.
    Muitas vezes observamos que a individualidade cresce , com isso poucos se importam uns com os outros, Cuidam uns dos outros. É bom quando refletimos sobre o assunto e conseguimos mudar alguma coisa pra melhor.

    um beijo

    www.chuvanojardim.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rê, refletir é exercicio diário, faz bem, mesmo quando a conclusão é o reconhecimento de nossas faltas. Mais importante ainda quando isso nos desperta para mudanças. Espero que essas mudanças te tragam paz e quem sabe você não as compartilha aqui conosco. Beijo.

      Excluir
  9. Olá, tudo bem? Adorei o texto... nos faz pensar sobre o que fazemos com os nossos dias; sobre como as vezes não enxergamos o quanto podemos influenciar na vida do outro... Muito bom!
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Gabrielly. Esse "outro" nos afeta positiva e negativamente (e o contrário também) e quem disse que isso precisa ser incômodo, né? Pode ser suficiente para que a gente aprenda tanto, aprenda a se doar mais (às vezes menos) e sair um pouco das nossas próprias espirais...

      Excluir
  10. Oi. Achei lindo o texto! São exatamente essas perguntas que deveríamos fazer a nós mesmo e aos outros diariamente, praticar o amor ao próximo e o cuidado sem querer nada em troca. Muito marcante e verdadeiro!


    Bjoxx ~ www.stalker-literaria.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aline, concordo com você em tudo, sem querer parecer utópica demais, mas um pouco que a gente se permita olhar ao redor...pode fazer tanta diferença. Beijão.

      Excluir
  11. Olá!
    Adorei o texto. Acho importante olharmos para o lado também, vivemos um dia de muita correria e estender a mão para o próximo faz toda diferença. Afinal de contas não podemos viver sozinhos, precisamos dos outros.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Camila. É uma troca, sem cobranças, né, necessária e infalível. Beijão.

      Excluir
  12. Segunda vez que leio um texto seu! :D Agora estou seguindo o blog, foi inevitável!kkkkkk...

    Lembro claramente que seu outro texto que li foi sobre mudanças e ele me fez refletir, pensar em coisas que não gosto de pensar, que me deixam nostálgica, melancólica, mas que são coisas que temos que encarar querendo ou não.

    Este texto aqui também mexeu comigo. Eu costumo pensar até demais nas outras pessoas. "Demais" porque acabo muitas vezes esquecendo de mim mesma e isso também não é bom. Mas mesmo que me importe com as pessoas, que geralmente me preocupe até com quem não conheço ainda existe egoísmo em mim. Creio que em todos nós. Tem aquele dia em que você está estressada e nem olha para a maravilha que é viver, passa por alguém na rua e só quer que saia da sua frente, pois você está com pressa, atrasada. Têm vezes que grito, perco a paciência e embora isso seja normal, humano, é preciso pensarmos antes de fazer algo. É necessário parar antes de abrir a boca e dizer algo que possa ferir.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Luna, espero que passe sempre por aqui, seja muito bem vinda. Sabe, olhar para o outro é uma prática tão necessária quanto olhar pra dentro de si mesmo, mas obviamente tudo é uma questão de equilíbrio...não doar-se nem de mais e nem de menos, não ensimesmar-se nem de mais e nem de menos...talvez a gente viva tentando achar esse equilíbrio e ok se houver épocas em que a gente penda muito mais para um lado do que para o outro, isso se chama SER HUMANO, né? Hehehe. Beijos e obrigada pela presença.

      Excluir
  13. Olá!
    Essa não é a primeira vez que passo aqui.
    E seus texto são ótimos para refletir.
    Infelizmente eu ando cuidando muito dos outros e minha vida eu tenho negligenciado demais.
    Mas quem sabe, eu leve de aprendizado para o futuro?
    Beijos
    www.manuscritoliterario.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Pois passe por aqui sempre que puder. Já dei um pulinho no site Manuscrito e estou seguindo vocês. Bora refletir sempre que possível? Beijão.

      Excluir
  14. Ljndo o texto, faz a gente pensar sobre muita coisa importante.
    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mari, obrigada. Tanta coisa para pensar, né? Beijão.

      Excluir
  15. Ótimo texto, muito sensível e tocante. Sempre é bom buscar um equilíbrio entre nós e os outros.
    Bjos
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelas palavras, Lucy! Essa busca por um equilíbrio é incessante, mas sempre sempre válida. Beijos.

      Excluir
  16. Olá!
    Que texto lindo. Nós muitas das vezes olhamos só para nós e esquecemos de cuidar dos outros. Temos que viver em união e zelar pelo nosso próximo.
    Amei o post, foi bem profundo.
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Suelen, que bom que gostou. Venha sempre aqui no blog. Beijão.

      Excluir
  17. Oie, tudo bem? Que texto mais profundo e reflexivo. Quantos dias ficamos sem agradecer as coisas boas que nos acontecem ou mesmo elogiar aqueles que nos cercam? Esse texto deveria ser lido por várias pessoas e praticado todos os dias. Elogiar faz tanto bem. Beijos, Érika =^.^=

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Érika, se esse tipo de reflexão pode trazer mudanças, reconstruções, novas formas de olhar ao redor, puxa, acho que a escrita se eterniza e realização maior não há. Obrigada pelas palavras.

      Excluir
  18. OOOiii, adorei ler o texto e refletir sobre os pontos que ele levanta, por vezes andamos tão corridos e esquecemos de coisas que são fundamentais para a nossa vida!!!

    ResponderExcluir
  19. Olá, seu texto me deixou impacitada de verdade amei suas palavras e elas me fizeram refletir em algumas coisas que são importantes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que ótimo ler isso, Larissa, que bom refletir e chegar a conclusões do que realmente importa na vida...beijos.

      Excluir
  20. Ola lindona amei o texto e nos faz refletir o que estamos fazendo de bem ao próximo, e lembro que até mesmo um sorriso regado a um bom dia pode transformar o dia de alguém...
    beijos

    Joyce
    Livros Encantos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Joyce, exatamente! Se feito com a alma, com entrega, como não impactar a vida das pessoas ao redor? Beijos.

      Excluir
  21. Olá ♥
    Gosto de textos reflexivos e esse me tocou de uma maneira especial, realmente tem coisas que temos que ler e nos questionar todos os dias. Parabéns pelo texto!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que legal que gostou. Concordo com você, questionar é impreciso, mas tão necessário! Abraços.

      Excluir
  22. Quanta sensibilidade. Gostei dessa coisa de criarmos oportunidades para sermos bons uns para os outros, mas ainda que a oportunidade não apareça, é bom manter o coração agradecido, não é mesmo.
    Amei, amei e amei.
    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ivi, obrigada pelas suas palavras. Sim, mesmo que oportunidades não apareçam, estar aberto é o caminho. Beijo grande.

      Excluir
  23. Olá Francine,
    Faltam palavras para comentar sobre o seu texto, eu achei muito legal o que você disse sobre olhar para alguém além de nós mesmos. Uma amiga diz que eu faço muito isso, sabe? Que eu me doou demais para os outros. Preciso me aprender muito a dosar as coisas e, principalmente, olhar para o próximo sem querer tomar todas suas dores.
    Parabéns pelo texto, incrível.
    Beijos,
    https://www.umoceanodehistorias.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bruna, obrigada, querida. É, no fundo estamos todos aprendendo a dosar o quanto nos doamos...alguns de menos, outros mais do que o que faz bem. Pessoalmente acho que doar-se nunca é demais, desde que a gente não se esqueça qual é o nosso ponto de partida, desde que a gente não se perca e saiba nossos limites, o que é do outro não deixará de ser do outro, não passará a ser nosso pelo fato de a gente se importar, não é? Beijão.

      Excluir
  24. Olá,
    Que texto lindo, amei as palavras e os questionamentos levantados. Parabéns!

    beijokas

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião para nós do Refúgio Literário