quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

[RESENHA] AMANHÃ - QUANDO A GUERRA COMEÇOU

Autor (a): John Marsden
Editora: Fundamento
Ano: 2008
Lido em: novembro de 2017
Nº de Páginas: 256
Onde Comprar: AMAZON

 O que você faria se descobrisse que todo o mundo que conhece deixasse de existir da noite para o dia?
 Ao voltar de uma semana de acampamento, Ellie e seus amigos descobrem que a cidade em que viviam foi invadida por um inimigo desconhecido. Suas famílias foram aprisionadas e uma guerra está acontecendo em seu país. Agora, eles estão sozinhos em uma cidade sitiada, lutando para descobrir o que aconteceu com seu país e tentando sobreviver.
 AMANHÃ é a história de uma aventura extraordinária em tempos extraordinários, em que esconderijos, explosões e fugas passam a fazer parte da rotina desse grupo de amigos. Sozinhos e sem ter para onde ir, Ellie e seus amigos vão precisar de toda a coragem e ousadia para sobreviver.

AMANHÃ - QUANDO A GUERRA COMEÇOU conta a história da jovem Ellie que decide acampar com amigos num lugar conhecido por todos pelo nome Inferno, mas que ninguém havia tido a audácia de explorar. O que era para ser um simples final de semana regado a aventuras se torna um pesadelo ao regressarem e verificarem que todos os cachorros da Ellie foram mortos e seus pais não estão na residência. E o cenário fica caótico para os jovens quando percebem que a luz foi embora há dias e não encontram ninguém na cidade!
 Com ingredientes na medida certa, John Marsden borda com maestria um cenário apocalíptico que traz agonia ao avançarmos pelos capítulos. Ansiamos em saber o que aconteceu com todos em Wirrawee, pois nossa protagonista e amigos são jovens que nunca foram treinados para viver sem os seus pais superprotetores.

 Fazia tempo que não sentia a sensação de sufocamento em um cenário apocalíptico. A cada investida em busca de respostas por parte dos jovens me tirava o fôlego, o despreparo para uma vida em exílio não fazia parte da grade curricular de nenhuma escola.

 E o que dizer da minha surpresa ao ver os motivos para a cidade rural estar deserta e as casas saqueadas? Os elementos que o autor usa lembram bastante a Segunda Guerra Mundial e as lutas por territórios travadas ao longo do último século.

 Mesmo a obra sendo para o público juvenil não deixa de ser uma leitura mais que recomendada para qualquer idade que busca refletir a cerca do que estamos fazendo de bom na terra, se estamos pensando no outro e o que estamos fazendo para remediar os problemas que outras pessoas sentem do outro lado da terra, em outro continente.

 Com narrativa em primeira pessoa pelos olhos da Ellie, vemos os seus questionamentos constantes das atitudes de todos ao seu redor e também de suas próprias ações que a chocam a cada dia. É uma jovem que está amadurecendo na braba para poder sobreviver e proteger os seus amigos custe o que custar, mas que tem os seus momentos de calmaria para pensar no amor e em assuntos juvenis.

 Para um livro introdutório de uma série de sete livros, o autor Jonh sabe o que faz e demonstra ter várias cartas na manga para revelar nos próximos volumes.

 A capa é muito bonita, mas não prepara ninguém para o que vai encontrar nas 256 páginas. As páginas são amareladas, os capítulos curtos e letras mediantes que aliadas a escrita simples e fluída do autor nos prende e faz devorar a obra em poucas horas se tiver foco.
 Gosta de enredos apocalípticos? AMANHÃ é o seu destino!!!

SE VOCÊ GOSTOU TAMBÉM VAI GOSTAR DE:

16 comentários:

  1. Eu amo a editora e já li vários do catálogo, porém esse eu desconhecia O.O
    E parece que a capa não faz jus a história, né? Fiquei com vontade de ler *_*

    ResponderExcluir
  2. Oii
    Realmente a capa é muito bonita, adorei a premissa e fiquei bem interessada em ler, principalmente porque adoro enredos apocalípticos, acredito que posso gostar bastante. Eu adorei a resenha.
    Bjos, Bya! 💋

    ResponderExcluir
  3. Oie!
    Ahhh, eu amo cenários assim! Me dá agonia também ver o desespero da galera pra sobreviver. Mas pra quê matar os cachorros? Aí eu fico com medo de ler, porque amo demais bichinhos e quando um deles morre na obra meu coração fica partido, mais do que se uma pessoa tivesse morrido, rs. Darei uma chance a obra, com certeza ^^

    ResponderExcluir
  4. Oi, Bruno!
    Caramba, faz tempo que não leio nada sobre esse livro! rsrs
    Eu cheguei a me interessar por há um bom tempo, mas depois acabei perdendo o interesse. Estou aqui imaginando se todos os livros já foram lançados aqui no Brasil. Gostei muito da sua resenha, parabéns!
    Bjs
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
  5. Olá Bruno!
    Juro para ti que não conhecia esse livro. Claro, a primeira coisa coisa que me chamou a atenção foi a capa. Adorei o enredo da trama, mas essa parada de envolver animais acabou com meu coração hahahahaha, sou muito mole mesmo.
    Adorei sua indicação.

    ResponderExcluir
  6. Já tinha lido uma outra resenha desse livro e já tinha ficado bastante interessada, essa capa é sensacional! Gosto muito das publicações da Editora Fundamento, tem uma ampla variedade para o público jovem, recomendadíssimos!

    Nara Dias
    Viagens de Papel

    ResponderExcluir
  7. Olá Bruno,
    Eu já vi essa capa em algum momento, mas acho que nunca tinha lido nenhuma resenha. Estou encantada com o que você disse e fiquei pensando se eu me sentiria sufocada com a trama que envolve apocalipse, pois há muito não me sinto assim. Eu achei a capa muito bonita e gostei de saber que ela não prepara o leitor.
    Dica anotadíssima!
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Olá, a edição parece estar bem bacana. Ainda não conhecia esse livro, mas pela sua resenha eu já fiquei bem curiosa para ler e descobrir o motivo de a cidade estar deserta.

    petalasdeliberdade.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Oiii Bruno

    Eu tenho os três primeiros livros em espanhol pendentes pra ler, acho a premissa muito intrigante e eu amo esse gênero de livros. Ser narrado em primeira pessoa me anima mais ainda pois eu curto narrativas assim, acho que dá pra gente se sentir mais dentro da história.

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Se eu olhasse só a capa não diria que traz uma história muito bacana dentro dessas páginas. Só o fato de ter reflexões sobre a vida e o que as atitudes do se humano influenciam na humanidade ja me deixa com uma ponta de curiosidade pra conhecer essa trama.
    Beijos!

    Camila de Moraes.

    ResponderExcluir
  11. Oi, Bruno, tudo bem? Não conhecia o livro. Eu não li muitos livros apocalípticos, e tenho a impressão de que eles me lembram as distopias, mas com elementos diferentes. Se eu lesse esse livro, acho que ia ficar bem ansiosa por causa das situações descritas. Espero que o autor tenha feito um bom trabalho ao longo da série, é bem difícil sustentar uma história com tantos livros. A capa é bonita, mas meio assustadora, também. O estilo ilustrativo delas, eu acho, é meio esquisito haha (o que não deixa de ser bonito). Algo que me chamou atenção no projeto editorial do livro é o fato de alguns elementos serem coloridos, dificilmente a gente encontra isso em livros (mas não sei se gosto, acho que tira a atenção do texto).
    Adorei a resenha, me fez querer ler, até porque nunca li nada dessa editora.

    Love, Nina.
    Feliz ano-novo!
    www.ninaeuma.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    As narrativas em cenários apocalípticos me chamam bastante atenção. Sete livros! Deve ser uma história e tanto, mal posso esperar pra conhecer a escrita do John <3

    Beijos!

    ResponderExcluir
  13. Olá
    Somente pela capa não daria nada para a história, mas ao ler sua resenha uau, já estou muito interessada na leitura e vou adicionar para ler logo.
    Espero que as continuações não demorem a sair.
    Bos Festas
    Jis rocha

    ResponderExcluir
  14. Que edição linda!!! Amei as fotos, parabéns!!! Faz tanto tempo que não leio nada nesse estilo que fiquei morrendo de vontade, mesmo não sendo meu gênero favorito. A dica está super anotada. Um beijo.

    ResponderExcluir
  15. Boa tarde, essa capa faz jus ao ditado " não julgue o livro pela capa", gosto de ler, mais esse tipo de leitura me deixa ansiosa para descobrir o final o mais rápido possível.

    ResponderExcluir
  16. Olá,

    Eu não gostava de histórias apocalípticas até ler Red Hill, agora sempre que vejo uma obra nesse estilo anoto a dica. Achei intrigante como será o desenrolar dessa história, me parece que é uma leitura envolvente e que prende bastante o leitor.

    Beijos,
    oculoselivrosblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Deixe-nos sua opinião sobre esta postagem.