NANOWRIMO - O QUE É? ONDE VIVE?

Por: Delson Neto - 03:03


 Hey, galera! Tudo bem com vocês?
 O dia das bruxas passou e Novembro já apareceu em nosso calendário sem muita cerimônia - só com um breve feriadinho para aliviar os ombros. E como todo ano, esse mês não só traz aquele friozinho na barriga e ansiedade pelo que virá no natal, como também carrega em seu pacote um desafio para os escritores: o National Novel Writing Month, o conhecido (já por muitos) e estimado NaNoWriMo.

 Tá bem perdido? Não sabe o que é? 
 Vem cá que vou te explicar certinho!
 Em tradução livre, National Novel Writing Month seria "Mês Nacional da Escrita de Romances", ou seja, durante todo Novembro você como autor tem a meta de iniciar e finalizar um projeto totalmente novo com até 50.000 palavras - o que é caracterizado como um romance completo. Parece impossível, não é? Mas muita gente consegue! O SITE da campanha tem vários estímulos como fóruns, dicas e o essencial: a contagem de palavras diárias até atingir o seu objetivo.

 Existem prêmios para quem bate as metas - livros impressos, dicas, programas para download e afins - mas a conquista mesmo é o certificado no final que valida seu arquivo e as palavras coletadas ao longo desses 30 dias. A competição toda se torna incrível ao lado de outros autores, pois todo dia um serve de incentivo ao outro compartilhando sua batalha contra o tempo. A premiação real é a diversão e o prazer de ter uma obra completa escrita antes do ano acabar.
"Nesse NaNoWriMo eu vou escrever muitoooo"

 Como não há necessariamente uma regra a ser seguida após o seu cadastro e início do projeto no site, não tem problema em usar o NaNo como a desculpa perfeita para alavancar aquela sua história que anda um tanto quanto engessada. Até porque, convenhamos, 50.000 palavras dá para encerrar legal uma obra parada em nossos arquivos!

 Por exemplo, eu vou aproveitar para reiniciar um projeto que esbocei no ano passado - "SHURA - Nada é Real" (em que você pode conhecer a história através do spin-off, Diário Simulado), já a autora Laís Lacet pretende finalizar a fantástica obra Da Tua Rosa, vencedora do The Wattys deste ano. Assim, podemos ser chamados de NaNo Rebels - ou seja, vamos pegar essa onda para seguir firme com nossos livrinhos.

"Planejando aqui pra dar conta da meta diária"

 Para não cansar tanto - porque cansativo será, de um jeito ou de outro - é importante planejar antes da maratona. Pegar um projeto sem pé nem cabeça pode, mas é difícil. Tudo que tem um pequeno esboço ou fundação básica ajuda. Tenta pensar um mês antes, pelo menos, naquilo que você quer ter como seu mais novo livro dentro de um mês. Ficha de personagens, ideias para cenas, de verdade: QUALQUER MATERIAL serve na hora da correria. Algo que temos que ter em mente ao entrar em uma maratona de escrita é que esse não será nosso produto final, como costumo brincar, sempre vai ter o arquivo "versão final", "versão final MESMO", "versão final 2.0" e por aí vai. O NaNo é uma ferramenta que inspira e te impulsiona a criar uma rotina de escrita, mas ele não te fará sair de lá com um livro perfeito e revisado, longe disso!
Meus movimentos depois de horas de escrita durante o NaNoWriMo

 Inclusive: pare de revisar. Esse é um conselho de escritor para escritor que só pode ser dado em novembro. Cada linha ou página que você volta pra tentar amarrar uma ponta solta, apagar uma vírgula ou reconstruir uma frase é tempo e palavras que são perdidas na meta diária. Lógico, quando que não tem aquela passagem capaz de atormentar nossos pesadelos? Aí a gente segura, Berenice, e segue firme até o final. Como dito antes, este não é seu livro final e aqui você é seu único leitor no momento. Quando novembro acabar você tira uns diazinhos para respirar e deixar a obra descansar, depois disso é só esculpir a matéria bruta.
Só tempo pra tomar uma coisinha - nada de Facebook! (até parece olha quem tá falando)

 Certo: bloquinhos com anotações colocados na mesa, caneta, papel e computador ligado, mas o Facebook e o celular não param de apitar. Chegou temporada nova de Stranger Things e você tá morrendo pra assistir. Se você é um escritor que tem dedos ágeis e mente rápida, beleza, tome um tempinho para sua cabeça relaxar, afinal, não dá para virar uma máquina - só que deve haver disciplina se há uma meta diária. Bateu a meta? Tenta esticar um pouco, aí use o tempo livre para outras coisas. Ainda tá complicado? Três regrinhas que vão te ajudar!
I GOT NEW RULES I COUNT'EM 


  1. Don't pick up the phone... Digo, larga esse celular! Se o crush não respondeu ainda, ah, ele não vai responder agora. Deixa bem escondido, coloca em outro ambiente se for o caso. Sua história é mais importante!
  2. Baixe o FOCUSWRITER ele é personalizável para o clima perfeito do seu enredo. Além de preencher a tela toda, não deixando brecha para que mexa no navegador ou algum outro programa, ele conta sua meta diária e serve como um bloco de notas - de forma que a escrita torna-se mais crua e você se preocupa menos com edições. Outra possibilidade é deixar a barra de ferramentas do seu computador no modo oculto;
  3. Estabeleça horários, não precisa escrever o dia todo! Se durante o período escolhido você usar as horas em sua potência máxima o que sobrar pode ser usado pra ficar com o mozão, ou pegar umas guloseimas pra ver a série preferida.
Eu saindo do quarto no dia 30 de Novembro

 "Ah, Delson, mas Novembro já começou faz 3 dias, e agora?" eu também não comecei logo de cara, e não sei ainda se vou conseguir bater a meta. Mas vamos tentar juntos! Toda sexta de novembro vou aparecer por aqui falando desse relato semanal de escrita - e quero ver vocês compartilhando aqui nos comentários os resultados, viu? O mais próximo que conseguirmos chegar da reta final já valerá e muito, pode apostar! 

 E aí, todos preparados?
 O WikiHow tem muito mais dicas sobre como participar, vem ver clicando AQUI.
 Até semana que vem e bora escrever.

Se você gostou também vai gostar de:

0 comentários

Deixe sua opinião para nós do Refúgio Literário