REUNINDO CRÔNICAS DA VIDA REAL RICARDO TAGLIAFERRO LANÇA DESCONCERTOS

Por: Adriano Silva - 22:31


Título da Obra: Desconcertos
Autor(a): Ricardo Tagliaferro
Ano da publicação: 2018 
Nº de Páginas: 132
Editora: Amazon
Onde Comprar: Amazon Desconcertos em E-book/ Impresso com o autor
Livro sem parceria com o autor


Nascido em Pindamonhangaba, Ricardo Tagliaferro estreou na literatura ainda muito jovem, aos 18 anos, seu livro foi um sucesso de crítica absoluta; 100 cartas de uma saudade.
            Em seu novo livro de crônicas estreia em meio às narrativas curtas. O autor perpassa a nossa tragédia humana e nos apresenta histórias que são críveis devida à carga emotiva em nenhum momento dispensada ao leitor.


 Assim que iniciamos a leitura do livro já temos aquele tapa de realidade com a citação: 

Arrependimento é algo muito pior que a morte...todos morrem”.

 “Indecifrável” é um dos contos que abrem essa caixa de Pandora intitulada “Desconcertos”, a escrita do conto beira o poético e uma passagem chama bastante atenção;

“Ganhava a vida como escritor, contava sobre tragédias inventadas, cenas engraçadas que só aconteciam em sua cabeça e casais românticos que sempre ficavam juntos no final”.


“Indecifrável” tem um final que nos causa espanto e assim segue todos os contos que compõem a obra.

Tagliaferro possui uma escrita que nos remete muito as construções narrativas criadas pelo brilhante Fernando Veríssimo. É possível sentir a escolha das palavras como um pedreiro habilidoso em “Lavínia”;

“Era quinta-feira, a chuva castigava o chão quando a vi pela primeira vez. Lembro-me de como estava ansioso por algo que eu ainda nem sabia o que era”

A vida normal das pessoas é o pano de fundo para todos os textos. Personagens bem-sucedidos que são infelizes é uma representação da nossa sociedade.

O último conto, Vinte e Sete, é um dos mais profundos e uma homenagem aos artistas que ceifaram a própria vida no auge de suas juventudes.


Tagliaferro consegue captar cotidianidades com sua visão aguçada e sua escrita perspicaz. Nossa miséria humana e de existir são pura poesia. Não somente consegue atingir o leitor cruelmente e se aproximar de Veríssimo, mas também de Alvares de Azevedo. A obra em si faz jus ao título: Desconcertos.



O livro em papel pólen, apresenta uma boa revisão e diagramação e fonte confortável para a leitura. A capa marrom imita uma madeira rústica apenas com o título do livro disposto fazendo referência a si próprio.

 A leitura pode ser finalizada em menos de 2 horas ininterruptas, mas aconselho sempre ler às crônicas separadamente, abrindo aleatoriamente e pinçando uma. A experiência, garanto, será inesquecível.






Se você gostou também vai gostar de:

9 comentários

  1. Olá! Não conhecia o autor, e fico feliz com o lançamento de seu livro. As crônicas por vezes tem o poder de traduzir bem sentimentos e com a rapidez que as vezes precisamos. Desejo sucesso nessa empreitado do autor. Boa sorte!

    Bjoxx ~ Aline ~ www.stalker-literaria.com ♥

    ResponderExcluir
  2. Oi!
    Eu não conhecia o autor e não estava sabendo do lançamento do livro.
    Não sou a maior fã de crônicas e o assunto delas não me interessou muito. Mas que bom que você curtiu a leitura.
    Bjss

    http://umolhardeestrangeiro.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Oii, tudo bem?

    Gostei de conhecer um pouco sobre o autor e o livro. Achei interessante esse pano de fundo da vida real, serve para nos aproximar mais dos textos. Obrigada por compartilhar!!

    Beijinhos!!

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Não conhecia essa obra, mas gosto muito desse gênero. Adorei conhecer mais dos textos e de saber que o autor conseguiu trazer elementos reais e envolventes que nos faz refletir.
    Me agradaria conhecer em algum momento.

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  5. Tudo bem? Eu não conhecia o livro e nem o autor. Em um primeiro instante, o livro não me chamou a atenção. É um gênero que leio bem pouco, mas que as vezes me surpreende bastante.
    Apesar disso, hoje, não seria uma escolha de leitura.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Oi!
    Não conhecia esse autor, mas já gostei, adoro crônicas e pela sua resenha essa parece que toca bem fundo nas emoções. Fiquei curiosa com o final que causa espanto, parabéns pela resenha me instigou em ler essa obra, obrigado pela dica!

    ResponderExcluir
  7. Oi Adriano,
    Achei o título bem intrigante, mas não sou muito fã de crônicas. Infelizmente, vou deixar essa dica passar. Acredito que quem curte o estilo literário vai gostar bastante do livro de Ricardo Tagliaferro.
    Beijos,
    André | Garotos Perdidos

    ResponderExcluir
  8. Olá, amei conhecer esse livro pelo seu post, eu amo contos e crônicas e achei super interessante as histórias terem como pano de fundo a nossa vida. Pelos trechinhos que colocou no post, já curti a escrita do autor.

    petalasdeliberdade.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Esse livro aparenta ser de uma leitura leve e rápida, ideal para eu intercalar com as minhas leituras mais pesadas.Confesso que fiquei bem interessado e já estou inserindo-o na minha lista de desejados. Excelente indicação.

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião para nós do Refúgio Literário