[RESENHA] A BELEZA É UMA FERIDA

Por: Bruno Marukesu - 01:49

Autor (a): Eka Kurniawan
Editora: José Olympio
Ano: 2017
Lido em: agosto de 2017
Nº de Páginas: 462
Onde Comprar: AMAZON
Livro cedido em parceria com a editora

 A vida da prostituta mais procurada da fictícia Halimunda, Dewi Ayu, e das quatro filhas é marcada por estupros, incestos, assassinatos e fantasmas – muitas vezes vingativos. Astuta, destemida e engenhosa, Dewi levanta-se do túmulo após 21 anos para contar a própria história e desvendar alguns mistérios. Mas talvez a principal razão para o forte desejo de voltar à vida seja visitar sua quarta filha, a quem ela deu à luz antes de morrer. Seu nome é Beleza, mas foi abençoada com a feiura que Dewi tanto desejou para afastar a família da maldição da beleza.

A BELEZA É UMA FERIDA conta com detalhes toda a história de Dewi Ayu, uma prostituta famosa em seu vilarejo que sofreu bastante e fez de tudo para sobreviver firme e forte. Ela nunca se deixou abalar nem quando dormiu profundamente e acabou sendo enterrada viva.

 Para desespero de todos que a conheceram e para aqueles que torceram por seu fim, Dewi ressurge dos mortos 21 anos depois trazendo toda sua sabedoria pós-morte. O objetivo da estadia dela é ver como está sua última filha que nunca pôde acompanhar o crescimento.

  A obra não é fácil de digerir já que mescla ficção com fatos verídicos da guerra que se sucedeu antes da Indonésia ser como ela é hoje. O autor nos mostra um território marcado por carnificinas, execuções a céu aberto e perda do direito à liberdade de ir e vir, tira os pontos das feridas que não chegaram a ser cicatrizadas e usando como elemento o folclore local aproveita para apresentar a brutalidade que o ser humano é capaz de ter para justificar qualquer ação em nome da lealdade e do amor.

 Dewi foi vítima de uma sociedade que se rendeu para sobreviver e passou por profundas transformações seja cultural como territorial. Deixo claro que não foi por desejo próprio que ela acabou virando prostituta e administrando um bordel para sobreviver na fictícia Halimunda que seria um vilarejo estratégico para ligar portos importantes para os invasores japoneses.

 O sentimento de choque é um carrapato que nos acompanha enquanto avançamos pelos capítulos. Não tem como A BELEZA É UMA FERIDA ser uma leitura leve, rápida e superficial para matar tempo durante uma tarde tediosa. Não. A obra do Eka Kurniawan é um prato cheio para ser digerido devagar com absorção lenta de cada informação que o autor compartilha.

 A construção dos cenários e históricos pessoais dos personagens é um marco grandioso nessa obra-prima da literatura contemporânea. O cuidado do autor em traçar várias jornadas que se interligam em momentos estratégicos e revelam segredos inimagináveis evidenciam o talento inigualável desse contador indonésio de histórias. Sem sombras de dúvidas Kurniawan se tornou um dos meus favoritos, dá vontade de ler qualquer crítica que ele venha a fazer sobre "n" assuntos.

 Com uma capa que traz uma tremenda subjetividade e que se interliga com o título do livro, a edição física apresenta folhas amareladas, fonte das letras medianas e capítulos longos que em nenhum momento trazem incômodo.

 Um ponto negativo da obra que pode não agradar ao público de massa é o uso cru e constante de palavrões vindos da nossa protagonista Dewi. Para mim, achei normal as expressões já que no dia-a-dia tais palavras são utilizadas em peso ao meu redor, mas para aqueles que se envergonham ou acham desnecessárias as palavras fica a minha dica para passar longe desse enredo.

 Recomendar essa obra é pouco. A BELEZA É UMA FERIDA é uma leitura obrigatória para todo leitor que aprecia romances com cunho histórico e apoia a literatura contemporânea independente do país de origem dos autores. Que procura reflexos a cerca da alma humana e suas barbaridades cometidas no passado que influenciam diretamente no nosso presente.

Se você gostou também vai gostar de:

10 comentários

  1. Olá, tudo bem?
    Nossa que história triste! E interessante ao mesmo tempo, quero muito saber o que vai acontece no desenvolvimento desse livro, uma mulher que volta dos mortos com certeza tem muitas contas para acertar.

    Beijos e abraços
    http://vickyalmeida.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi!
    Eu ainda não conhecia esse livro, mas me pareceu ser uma leitura bem forte e emocionante. Anotei sua dica para conferir em breve.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Uau, parece ser uma leitura bem intensa!
    Não conhecia a obra, mas fiquei bem interessada na história.
    Amo livros fortes, a capa está bem convidativa.
    Beijos ❤

    ResponderExcluir
  4. Oi, Bruno. Eu não conhecia o livro, mas fiquei interessada em realizar a leitura. Eu gosto de livros que misturam a realidade à trama e também que abordem temas pesados como esse. Gostei da sua resenha e espero poder ler a obra em breve.

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Não conhecia essa história mas deve ter sido bem sofrida e acredito que a leitura deve ser intensa e impactante.
    Gostei bastante dessa capa que está bem compatível com o que a história quer passar.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  6. Nossa, que tenso! Não conhecia o livro, mas me interessei e muito por ele. Não ligo para a narrativa mais crua e com palavrões, ainda mais quando dão o tom certo na história.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  7. A capa do livro é peculiar e linda, assim como a estória também parece ser. Acho que a realidade chocante do enredo instiga ainda mais a leitura. Não conhecia o livro e nunca li nada de um escritor da Indonésia, então sem dúvida é uma ótima pedida. Recomendação anotada.

    Abraços.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Gostei da resenha e eu não conhecia o livro. Parabéns pela indicação. A história parece muito com uma que estou lendo.

    ResponderExcluir
  9. Olá, muito boa sua resenha, que bom que para você foi uma boa leitura, pois pra mim A Beleza é uma Ferida foi uma das piores leituras que eu fiz na vida, foi um livro que eu pensava a cada página em abandonar.

    petalasdeliberdade.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Olá,

    Não sei dizer o porquê, contudo desde que coloquei os olhos nessa capa, sinto uma vontade enorme de fazer essa leitura e cada nova resenha que leio me deixa com um gostinho de quero mais. Pretendo fazer essa leitura em breve. Apesar de ser algo que irá tomar muito do tempo, por ser algo (como você citou) difícil de digerir, estou animada.

    Beijos,
    oculoselivrosblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião para nós do Refúgio Literário